SER CRIANÇA É ... O cantinho da nossa Alma onde se é genuinamente feliz. É onde queremos que estejam todas as crianças que conhecemos e aquelas que não conhecemos. As nossas e as dos outros. As daqui e as de além.

Queremos fazer desse canto da Alma uma mansão cheia de portas e túneis, um castelo ou uma gruta com espaço para aventuras em terra, no espaço, ou no mundo subaquático. Aqui, os monstros e as fadas podem fazer corridas de carros contra os animais das fábulas. Aqui vamos contar, ilustrar, animar, vamos trazer quem saiba escrever sobre coisas interessantes para os miúdos e para os graúdos deles. O nosso limite é o da imaginação. E todos nós sabemos onde ela leva as crianças...

segunda-feira, 29 de julho de 2019

O PÁSSARO DA ALMA


Sobre a autora:

Michal Snunit nasceu em Israel. Estudou Teatro e Literatura na Universidade de Tel Aviv.
Foi agricultora, trabalhou com crianças e mais tarde dedicou-se ao jornalismo.

Em 1966 edita o primeiro livro de poesia “Eyes in the mirror” e em 1970 lança o primeiro conto infantil: “What can I do”. De então para cá tem escrito mais afincadamente para crianças e este conto que hoje trazemos foi traduzido para mais de 25 línguas. Em Portugal é recomendado como livro escolar.

best-seller internacional venceu o prémio Fundação Espaço Crianças em Genebra em 1993. Shimon Peres, Prémio Nobel da Paz e antigo Primeiro-Ministro de Israel elogia a obra dizendo: “O livro O Pássaro da Alma toca toda a gente, de todas as idades, o que explica o seu tremendo sucesso no mundo inteiro”.


Sobre o conto:

Incontornável no crescimento da criança é a abordagem à espiritualidade. Atenção que não falamos de religião. Seja qual for a posição de cada um sobre este tema, é no seio da família que se decide optar por esta ou aquela orientação religiosa ou até mesmo optar por não optar.

A criança admite o seu ser físico, descobre-o constantemente, no contacto consigo mesma e com os outros. Mas como explicar aquilo que sente e a forma como, por vezes, sente tão intensamente que é arrebatada, por bons ou maus sentimentos? Afinal, o ser humano é um todo composto por partes que se complementam e quanto mais complexas e diversas, mais rico ele se torna…

Lidar com o nosso íntimo, com os humores e acima de tudo, com tudo o que sentimos. Como organizar esta complexidade? Conhecendo-nos e esse processo pode ser amenizado se conseguirmos verbalizar, comunicar e partilhar.

No Conto ao Ouvido damos as boas-vindas à Poesia com um dos mais belos e delicados textos que já nos passaram pela Alma…

Original de Michal Snunit  //  Lido a partir de: "O Pássaro da Alma" - vega

Sem comentários:

Enviar um comentário

Depois de receberem a mensagem, os Mostrengos vão preparar o Caldeirão das Respostas.
Vamos adicionar ingredientes grotescos, polvilhar com purpurinas e pózinhos e quando estiver tudo a borbulhar, enviamos o mail com o resultado. Combinado?