SER CRIANÇA É ... O cantinho da nossa Alma onde se é genuinamente feliz. É onde queremos que estejam todas as crianças que conhecemos e aquelas que não conhecemos. As nossas e as dos outros. As daqui e as de além.

Queremos fazer desse canto da Alma uma mansão cheia de portas e túneis, um castelo ou uma gruta com espaço para aventuras em terra, no espaço, ou no mundo subaquático. Aqui, os monstros e as fadas podem fazer corridas de carros contra os animais das fábulas. Aqui vamos contar, ilustrar, animar, vamos trazer quem saiba escrever sobre coisas interessantes para os miúdos e para os graúdos deles. O nosso limite é o da imaginação. E todos nós sabemos onde ela leva as crianças...

sexta-feira, 28 de junho de 2019

ATÉ AS PRINCESAS DÃO PUNS


As crianças têm tantas perguntas…

- O que acontece se um canguru saltar num trampolim?
- Como se chama a Capuchinho Vermelho quando tira o capuz?
- Se uma sereia ficar doente vai ao médico ou ao veterinário?
- O que é que eu fiz para o mosquito me picar?

…eu não sei se já vos perguntaram isto mas…eram as que me passavam pela cabeça quando era pequena.

Adiante. Dúvidas existenciais e perguntas enigmáticas. A que serve de mote ao conto de hoje também faz todo o sentido: será que as princesas dão puns?

O brasileiro Ilan Brenman é psicólogo de formação e escritor de vocação com mais de 60 livros infantis e juvenis publicados. Escreveu para a Revista Crescer a coluna mensal “Palavrórios e Rabugices” na qual abordava questões sobre Educação e Cultura. Atualmente colabora com a Rádio CBN onde todos os domingos fala sobre Família, Literatura, Cultura e Educação na rubrica "Conversa de Pai".

Este autor estava na “Super-lista-de-escritores-e-livros-ultra-importantes-que-queremos-mostrar-aqui”. E hoje: ei-lo! Com uma história soberbamente escrita e ilustrada vamos aprofundar um tema muito pertinente e descobrir se as princesas dão puns, punzetes, bufas ou traques (e já agora, a resposta também vale para estrelas de Cinema. Não tínhamos a certeza mas fomos investigar…)

Original de Ilan Brenman  //  Lido a partir de: "Até as princesas dão puns" - booksmile

Sem comentários:

Enviar um comentário

Depois de receberem a mensagem, os Mostrengos vão preparar o Caldeirão das Respostas.
Vamos adicionar ingredientes grotescos, polvilhar com purpurinas e pózinhos e quando estiver tudo a borbulhar, enviamos o mail com o resultado. Combinado?