SER CRIANÇA É ... O cantinho da nossa Alma onde se é genuinamente feliz. É onde queremos que estejam todas as crianças que conhecemos e aquelas que não conhecemos. As nossas e as dos outros. As daqui e as de além.

Queremos fazer desse canto da Alma uma mansão cheia de portas e túneis, um castelo ou uma gruta com espaço para aventuras em terra, no espaço, ou no mundo subaquático. Aqui, os monstros e as fadas podem fazer corridas de carros contra os animais das fábulas. Aqui vamos contar, ilustrar, animar, vamos trazer quem saiba escrever sobre coisas interessantes para os miúdos e para os graúdos deles. O nosso limite é o da imaginação. E todos nós sabemos onde ela leva as crianças...

quarta-feira, 11 de junho de 2014

HÁ UM MONSTRO DEBAIXO DA CAMA


Anabela Ferreira vence em 1996 o prémio revelação APE/IPLB de Literatura para a Infância e a Juventude.

Com fortes ligações ao estudo da História, esta escritora desdobra-se em serviços educativos, apoio à conservação de espécies museológicas e ainda tem tempo para escavações arqueológicas!

Para além do livro “Ploc e outros contos” do qual se narra aqui “Há um monstro debaixo da cama”, é autora de outros contos e poemas nomeadamente “Quando o sol dá horas”, “Na quinta da minha avó”, “É redondo como a bola”, “O gigante Ananias” e tantos outros.

No conto escolhido para fazer parte deste nosso cantinho queremos saber como começa o medo, se tem razão de existir e como o podemos transformar numa outra coisa qualquer...


Original de Anabela Ferreira  //  Lido a partir de "Ploc e outros contos" – Difel – Difusão Editoral, S.A.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Depois de receberem a mensagem, os Mostrengos vão preparar o Caldeirão das Respostas.
Vamos adicionar ingredientes grotescos, polvilhar com purpurinas e pózinhos e quando estiver tudo a borbulhar, enviamos o mail com o resultado. Combinado?