SER CRIANÇA É ... O cantinho da nossa Alma onde se é genuinamente feliz. É onde queremos que estejam todas as crianças que conhecemos e aquelas que não conhecemos. As nossas e as dos outros. As daqui e as de além.

Queremos fazer desse canto da Alma uma mansão cheia de portas e túneis, um castelo ou uma gruta com espaço para aventuras em terra, no espaço, ou no mundo subaquático. Aqui, os monstros e as fadas podem fazer corridas de carros contra os animais das fábulas. Aqui vamos contar, ilustrar, animar, vamos trazer quem saiba escrever sobre coisas interessantes para os miúdos e para os graúdos deles. O nosso limite é o da imaginação. E todos nós sabemos onde ela leva as crianças...

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O MOLEIRO E OS SEUS AMIGOS


O imaginário infantil está povoado de fábulas, histórias de caráter moral e alegórico. Este género narrativo profundamente desenvolvido por Esopo foi mais tarde retomado e popularizado por La Fontaine. Aqui, através dos animais que adquirem características humanas (a fala, as vestes, os usos, os defeitos e as qualidades) exploram-se vários temas, enaltece-se a vitória da bondade sobre a astúcia, do mais fraco sobre o mais forte, do trabalho sobre a preguiça...

No conto d’ “O moleiro e os seus amigos” introduz-se na narrativa os animais mais profundamente descritos neste tipo de histórias: o burro, o cão e o gato. Como vamos ver em posteriores publicações neste blog este “trio” vai voltar a surgir com outras aventuras e com novos camaradas.


Lido a partir de: "O Nôvo Tesouro da Juventude" vol. IV

Sem comentários:

Enviar um comentário

Depois de receberem a mensagem, os Mostrengos vão preparar o Caldeirão das Respostas.
Vamos adicionar ingredientes grotescos, polvilhar com purpurinas e pózinhos e quando estiver tudo a borbulhar, enviamos o mail com o resultado. Combinado?